“Esses jogos a que chamam PlayStation, um veneno. Há jogos que te ensinam a matar. Uma vez fizeram um com a minha cara, é preciso procurar Chávez para o matar”. Disse o presidente venezuelano no seu programa de televisão e rádio, transmitido todos os domingos.

Chávez assegurou que esses videojogos, em que se “bombardeiam cidades e se atiram bombas”, são vendidos pelo “capitalismo” para semear “violência” e com isso “vender armas”. “Semeam a necessidade do cigarro, da droga e do álcool para logo a seguir vendê-los. Assim é o capitalismo, o caminho para o inferno”, acrescentou.

Segundo Chávez, na Venezuela devem-se fabricar “jogos didácticos” e propôs que sejam feitos “bonecos de índios”, em contraposição com bonecas como “a Barbie, que nada têm a ver com a cultura venezuelana”.

Chávez criticou outros jogos electrónicos, como os da marca Nintendo, considerando que promovem “o egoísmo, o individualismo e a violência”, Por isso quer que sejam promovidos jogos tradicionais como o iô-iô.”

In DN


Pergunta colocada num daqueles terríveis concursos que passam na RTPi.

-Que nome se dá a um conjunto de animais num lugar ou país?

A- Flora

B- Fauna

C- Cardume

A concorrente perante esta dificilima questão respondeu com grande convicção flora… Ao saber que a sua resposta estava errada, riu-se abertamente como que orgulhosa da sua ignorância

 


“A derrota do socialismo, com o desaparecimento da União Soviética e da comunidade socialista do Leste da Europa, constituiu uma tragédia, não apenas para os povos desses países mas para toda a humanidade: com o capitalismo dominante, o mundo é, hoje, menos democrático, menos livre, menos justo, menos fraterno, menos solidário, menos pacífico.”

No dia em que se celebra os 20 anos da queda do Muro de Berlim ,deixo esta pérola do grande Avante. Podem ler o resto aqui