Vitória no terreno do S.Romão por expressivos 5-3 em que não foi fácil a adaptação ao campo pelado, com reduzidas dimensões.

Heitor com um bis e Jean com um Hactrick fizeram os golos num jogo em que existiram 4 penaltis, scom o guardião do S.Romão a defender três.

Completou-se assim a quarta vitória consecutiva de uma equipa cheia de Alma que não hesita em arregaçar as mangas e lutar em terrenos complicados pelos 3 pontos.

Leixões continua líder num fim de semana em que o Porto foi ao fundo

Segunda derrota consecutiva no campeonato para um Porto em onda muito negativa. Desta feita diante da Naval que venceu com um golo feliz.

Sporting e Benfica venceram fora e distanciaram-se ainda mais,sendo merecido o destaque para o golo de Suazo após brilhante passe de Aimar.  É a diferença entre contratar jogadores a sério ou pagar 5,5 milhões de euros por metade do passe de um jogador que joga no campeonato japonês, sem provas dadas.

O Leixões continua muito bem e já conseguiu mais de 50% dos pontos necessários para a manutenção.

Destaque negativo para  a situação habitual no E.Amadora onde esta época ainda não se pagou nenhum ordenado… Incrível como ano após ano,estas situações se repetem.


2007/2008 – Liverpool 4 – Porto 1: Benfica 0 -Sporting 1

2008/2009 – Arsenal 4 – Porto 0 ; Sporting 1 – Porto 2

Tal como na época transacta, um dos grandes de Lisboa acabou por pagar a factura, e voltámos a liderar a tabela classificativa, aproveitando igualmente o empate em Matosinhos onde o Leixões merecia ter vencido.

A exibição não foi brilhante, valendo no entanto o espírito de entreajuda e a garra demonstrada. Ao Sporting fizeram falta Izmailov e Vuckcevic que dão um toque de fantasia a um futebol demasiado estereotipado.

Na parte final poderíamos ter aumentado o score, mas o egoísmo de Hulk e a habitual falta de jeito de Mariano não o permitiram.

Positivo

– Actuação de Nuno que correspondeu em pleno

– Segurança de Bruno Alves que deve ter tido umas aulas com o Geraldão

Negativo

– Egoísmo de Hulk

-” Fitas” de Moutinho


Em hora e meia de valente seca, valeu Meireles que na ausência de Lucho resolveu assumir as rédeas da equipa rumo a uma vitória tranquila.

Após um bom começo, a equipa entrou numa perigosa passividade que apenas foi quebrada com a entrada de Hulk que resolveu o jogo, iniciando e concluindo uma boa jogada de futebol.

Sinceramente irrita-me esta mania de apenas se jogar em algumas partes dos jogos, mais parecendo que se está a fazer um frete. Ponham os olhos no campeonato inglês, meus senhores!

Agora segue-se o Arsenal em que teremos de jogar muito melhor, para não corrermos o risco de ser severamente sovados.

Positivo:

Exibição de Meireles

Entrada de Hulk

Negativo

Farias, que parece o Homem Invísivel

Ritmo lentíssimo do jogo


Jogo muito mau ontem em Vila do Conde onde o Porto  fez uma exibição desinspirada, acabando por somar um empate diande de um Rio Ave, que como seria de esperar jogou para o pontinho, usando e abusando de anti-jogo, com a complacência de Pedro Proença, que não puniu uma mão de Gaspar na grande área.

A primeira parte foi do pior que já vi e a equipa apenas despertou por volta dos 60 minutos, mas aí já foi tarde e lá voaram 2 pontos.

Continua a notar-se a falta de alguém que crie lances de ataque, pois Lucho sozinho não pode fazer tudo e Mariano é uma verdadeira nulidade


No sábado, o Porto desperdiçou uma soberana oportunidade de levar 3 pontos da Luz ao ceder um empate diante de um SLB que acabou o jogo nas lonas. Nos primeiros 45 minutos tudo decorreu com naturalidade e a vitória parecia certa, mas um falhanço de Lisandro e mais uma oferta de Helton provocaram um empate que se manteria até final.

A expulsão do grego que pareceu querer voltar a lesionar um jogador portista, não trouxe nada de novo, pois faltou velocidade e magia para dar a estocada final. Confesso que me lembrei muitas vezes de Quaresma…

Entretanto como era de prever, Quaresma rumou mesmo ao Inter em troca de 18,6 milhões e Pelé. Lamentável a postura da SAD neste processo, quase que suplicando para o Inter levar Quaresma. Agora já devem estar a começar a preparar o novo carregamento de jogadores sul-americanos.

Positivo

– Lucho, sempre ele. O melhor jogador a actuar em Portugal

– Actuações dos estreantes Rolando e Fernando

– Organização e espírito colectivo

Negativo

– Oferta de Helton. Já chega destas barracadas

– Falhanço escandaloso de Lisandro aos 48m

– Entrada tardia de Candeias


Para começar, uma exibição mediana numa vitória por 2-0 sobre um Belenenses fraquinho carregado de brasileiros medíocres.

Este Porto 2008-2009 de sotaque sul-americano jogou apenas o qb para arrecadar os 3 pontos e fazer esquecer a derrota da Supertaça

O jogo podia ter ficado resolvido bem mais cedo se Lisandro estivesse de pontaria melhor calibrada.

Mariano Gonzalez esteve bastante bem e Tomás Costa pareceu-me um jogador com mais tarimba que Guarin para a posição 8.

Agora para a semana segue-se a deslocação à Luz, diante de um Benfica que parte já com 2 pontos de atraso.

Positivo

– Exibições de Mariano e Benitez

– Golão de Hulk. Aquele pé esquerdo não engana

Negativo

– Insegurança nas bolas paradas. Contra equipas mais fortes poderemos sofrer alguns dissabores

– Rodriguez apagado