Gostos Pessoais



Para longe de Macau, respirar ar puro, praia, tranquilidade. Enfim tudo aquilo que eu gosto e tanta falta me faz.

PS: O famoso polvo vidente previu a vitoria espanhola no jogo de amanha. Espero bem que por uma vez se tenha enganado.


Nada melhor que umas belas pataniscas acompanhadas por arroz de feijão e regadas com um bom tinto. Já me está a dar a fome!


Nada melhor do que uma bela sesta após o almoço para retemperar energias. Então com este tempo cinzento, vem mesmo a calhar


Nunca entendi aquele género de pessoas que passam a vida a trocar de telemóveis, sempre prontos a exibir a mais recente aquisição, como se a sua felicidade dependesse disso.

Um bom exemplo disto são as filas que se formam sempre que é lançado uma nova versão do i Phone ou alguma dessas tretas

Falando por mim. tenho um modelo antigo, que serve perfeitamente para fazer chamadas ou enviar sms e apenas o irei trocar quando  se avariar ou algo do género.


images

Ganhei este gosto quando estive em Timor e me deliciava com os belíssimos fins de tarde na Areia Branca.

Isto aliado ao facto de me terem contado que o gin contêm quinino, uma substância que ajuda a prevenir a malária. Pelo menos no meu caso não resultou…

Agora em Macau perdi o hábito, pois pelas experiências que já aqui tive, desconfio que grande parte das bebidas são “marteladas”, com os consequentes danos colaterais no dia seguinte…

 

 

 


images

Paradise Café – Spectrum


Aquele hábito bem português de procurar entrar para o livro dos recordes do Guiness pelas razões mais espatafúrdias.

A maior feijoada, o maior tacho de caracóis, a maior tela, a maior sopa etc. Tudo serve de pretexto para uns minutos de fama. Ridículo!

Página seguinte »