Cada vez me causa maior asco, o repetido discurso egoísta e xenófobo que grassa em Macau, contra os não-residentes.

Os tristes acontecimentos de segunda feira vieram reflectir este sentimento generalizado contra estes trabalhadores, cujo crime parece ser o de procurarem trabalho e uma vida melhor.

Por outro lado, dá para imaginar como seria o clima político em Macau, com protagonistas do calibre do Novo Macau Democrático e dos Operários, caso fosse implantado o sufrágio universal.

Advertisements