“Um engenheiro japonês de 45 anos, Ta-Bo, montou um harém, não de mulheres mas de bonecas insufláveis. Estes brinquedos sexuais, que têm muita popularidade no país do sol nascente, custaram-lhe cerca de 120 mil euros. Ta-Bo, que não revela o apelido nem dá a cara aos jornalistas, diz que as bonecas são de alta qualidade.
“Uma mulher a sério dá muitas dores de cabeça. Zangam-se, têm TPM, reclamam, traem. As bonecas pertencem-me totalmente”, justifica-se o engenheiro. Ta-Bo afirma que vive com elas como se fossem namoradas a sério. Cada boneca tem um nome, que Ta-Bo decorou, e mudam de roupa todos os dias.
Ta-Bo diz ainda que perdeu a virgindade aos 30 anos com uma mulher real, mas que agora só quer as insufláveis.”

Retirado do jornal i

Anúncios