A propósito do terrível sismo que abalou um dos países mais pobres do mundo, nem consigo imaginar como será o impacto de um abalo equivalente a 30 bombas atómicas.

Uma palavra igualmente para a Mariana com quem já troquei breves palavras e que deu um belo exemplo ao decidir permanecer no Haiti, numa altura em que toda a ajuda é pouca.

Anúncios