As 23 maiores empresas financeiras dos EUA vão distribuir 140 mil milhões de dólares em bónus e incentivos aos seus colaboradores. Como se vê, todas aquelas bonitas intenções  de regular as compensações no sector financeiro mundial não passaram de conversa para boi dormir.

Na próxima crise lá estarão os Governos e os contribuintes para pagar os excessos e as brincadeiras destes meninos

Anúncios