Após fortes pressões indonésias, as autoridades malaias decidiram regulamentar a actividade das empregadas domésticas indonésias que são a grande maioria na Malásia. Fixaram um dia de descanso semanal obrigatório, um ordenado mínimo e o direito de conservarem o seu passaporte.

Direitos que nos parecem básicos e que por exemplo em Hong Kong já foram regulamentados no século passado.

Advertisements