Leio no Hoje  Macau que na campanha eleitoral não é obrigatória a utlilização da língua portuguesa, o que para alguns não é grave.

A mim pelo contrário parece-me que mais uma vez se desrespeita de forma grosseira a língua de Camões.

Juntando este a outros casos, caminha-se a todo o vapor para o completo esquecimento da nossa língua, em que o facto de o português ser uma língua oficial não conta para nada, excepto para os turistas chineses tirarem fotografias junto das placas com os nomes das ruas.

Advertisements