Afinal a história repete-se duas vezes. Em 2005 foi um milagroso golo de Miguel Garcia a apurar os leões para a final da Taça Uefa.  Desta vez foi um auto-golo de um defesa holandês no seguimento de um toque com as costas de Rui Patrício a proporcionar a passagem do Sporting aos play-offs da Champions. Todavia, pelo que vou lendo na blogosfera leonina, o sentimento geral é de apreensão com a próxima eliminatória, pois a equipa de Paulo Bento não acerta passo e as exibições são más de mais.

PS: Reparem na voz de enterro com o que o comentador da TVI narra o golo do Sporting…

Anúncios