Eis por que o futebol é um desporto apaixonante.

– Minuto 92.  O Chelsea está quase na final de Roma após ter dominado amplamente esta segunda mão contra um Barça que não desiste, mesmo reduzido a 10.

– Minuto 93. Iniesta com um remate soberbo coloca o Barça na final sem que Cech tivesse feito uma única defesa em todo o jogo. A fazer lembrar o golo de Costinha em Old Trafford

Com emoçáo a rodos, polémicas arbitrais, e golos soberbos, viveu-se uma noite apaixonante em Stamford Bridge.

O Chelsea acabou por pagar o facto de não ter “morto” o jogo, jogando sempre muito recuado, mesmo com mais um jogador.

É igualmente um castigo para o autocarro e o anti-jogo praticado em Camp Nou.

Igualmennte já estou um pouco enjoado de tantos jogos entre equipas inglesas pelo que esta final Man Utd-Barça acaba por ser uma benção

Anúncios