Hoje cumprem-se  60 anos sobre a assinatura da Declaração Universal dos Direitos Humanos, um pequeno texto de 30 artigos onde estão inscritos os valores pelos quais se deveria reger o Mundo.

Nunca é de mais recordar este facto, pois subsistem situações como esta, que nos fazem pensar até que ponto os desvarios do homem podem chegar.

Podem acusar-me de ser um lírico, mas gostaria de viver num Mundo onde o vil dinheiro não ditasse leis e onde houvesse mais respeito pelo próximo.

Anúncios