Como habitualmente podem ler aqui a crónica de MST, retirada do Bibo- Porto- Carago.

Destaco este excerto

” é preciso explicar-lhes, sem medo das palavras, que este tipo de mercenarismo triunfante e apresentado como coisa natural e legítima, pode, a longo prazo, matar a galinha dos ovos de ouro, afastando do futebol os adeptos. E os adeptos são a única coisa que não pode morrer para que o futebol não morra também. Tudo o resto — dirigentes, técnicos, jogadores — vão e vêm e são sempre substituíveis. Os adeptos, não.”

Anúncios